Resenha Star Wars: os últimos jedi |Parte II

Hoje é dia de apresentar a vocês a parte II da Resenha do filme Star Wars Os Últimos Jedi. Se você não leu o post Star Wars os últimos Jedi Parte I leia porque está muito bom e vai ajudar você a não se perder durante a leitura deste post aqui.

*Este post Contém Spoiler*

Agora que você já leu sobre Luke Skywalker na Parte I, vamos começar falando da irmã dele, isso mesmo a Princesa Leia Organa ou (agora) General Leia Organa interpretada por Carrie Fischer, uma excelente atriz que marcou toda uma geração e deixou muitos fãs as lágrimas após seu falecimento em dezembro de 2016. Todos nós ficamos em dúvida a respeito do filme após a triste ocorrência com a atriz nos perguntando “Então Leia morrerá?”. Quer já saber a resposta? Não. No filme, General Leia não morre e o diretor Rian Johnson foi entrevistado pelo site Slash Filme onde foi perguntado se ele havia considerado outras opções para o roteiro e por quê  preferiu manter da forma que ficou, ele responde o seguinte:

Claro. Eu poderia usar outras formas. Eu tive uma conversa com a Kathleen Kennedy [presidente da Lucasfilm], quando voltamos de Nova Iorque depois que ela faleceu e observamos as cenas. Decidimos e eu me senti mais forte do que eu achei que estaria quando tive que lidar com isso para o próximo capítulo pois teríamos a última performance dela. Não conseguia ver uma maneira que não conseguisse aproveitar as cenas delas, principalmente as com Luke ou com Rey. Todas essas cenas são despedidas tão poderosas dela. Achamos que era merecido ela estar em cena. E é um final tão bonito, o fato de que a última palavra dela no filme é sobre esperança. Nós temos tudo que precisamos. Eu quero que Princesa Leia me contasse agora, sabe? Então decidimos ficar até o final”, explicou Johnson.

Não seria muito emocionante se tivessem feito uma homenagem a ela no final do filme? (como foi feito a Paul Walker em Velozes e Furiosos 7 onde os fãs aplaudiram e se emocionaram)? Seria! Mas não rolou e agora não se sabe como ficará a “despedida” do próximo filme da saga Star Wars, basta esperar. Esperar ansiosamente.

Princesa Leia usa a força

Simm a princesa Leia usa o a força! O cinema parou naquele momento onde seu corpo flutua pelo espaço pelo fato de parte da sua nave ter sido destruída, ela leva a si mesma novamente para o transporte e sobrevive! Foi nessa hora que muita gente achou que seria este o momento de despedida à personagem mas não, o diretor diz que este momento não foi pensado para ser um final, então não faria dele um final.

Como Rian explicou, se fizessem a Princesa Leia morrer, seria perdido muitas das cenas que Carrie Fischer havia gravado com tanto empenho… Mas e agora será que Princesa Leia morrerá no próximo filme?! Como será?!

A Força sempre esteve com ela

Ela não foi treinada para usar a força mas a força sempre esteve dentro dela olha só o que diz Rian ao ING EUA a  respeito:

É uma ação de reflexo dentro dela, Para mim, isso é o equivalente a quando ouvimos que pessoas desesperadas conseguem levantar carros como se fossem o Hulk para salvar alguém. É instintiva a maneira como ela usa. É o oposto de quando Luke tenta puxar o sabre de luz em Hoth. Não é como se ela pensasse ‘vou tentar fazer isso’. Para ela, é simplesmente ‘não estou pronta ainda. Não desistirei. Vou me puxar de volta’

Achei inspirador.

Então já que chegamos a essa vibe de “inspiração” veja essas duas frases inspiradoras citadas no filme.

“Ela se importava mais em proteger a luz do que parecer uma heroína.”

– Princesa Leia Organa (sobre Almirante Holdo)

É assim que vamos ganhar. Não lutando contra o que odiamos, mas salvando o que amamos.

– Rose (diz à Finn)

O filme passa essa mensagem de proteger e salvar aquilo que realmente importa, aquilo que amamos. Na primeira cena do filme Rose perde sua irmã Paige que se sacrifica pela resistência( nesta cena que custou a vida de muitos pilotos, onde Poe desafia ordens expressas da General Leia de se retirar de uma ofensiva contra a Primeira Ordem) e Finn estava prestes a fazer o mesmo se sacrificar para salvar uma base da resistência no fechamento do filme, mas o impede e diz a frase acima. Ou seja,  não é necessário querer ser o herói – ou querer parecer – precisa salvar quem ama e proteger o que realmente importa e isso é mais importante do que ser um herói.

O que é maior que ser um herói?

Uma lenda. Isso mesmo, maior do que um herói é uma lenda e Luke Skywalker nos mostrou isto neste filme. Quando Leia estava com apenas uma fagulha de esperança, Luke aparece na caverna (onde todos da resistência estavam escondidos) para enfrentar os ataques da primeira ordem. Atiraram em Luke e o que aconteceu? Ele apenas limpa a poeirinha do ombro irritando mais ainda Kylo Ren que vai até Luke. Frente a frente Kylo o atinge com seu sabre de luz (atingido tipo cortado no meio mesmo) e nada acontece então ele percebe que não se passa de uma ilusão, Luke usou projeção astral da força enganando Kylo Ren e dando tempo para a resistência fugir (Palmas a Luke).

Luke chegou ao limite de suas capacidades físicas e não aguentou após ter usado todas as suas energias para usar o poder da força desta forma. Vemos o corpo real dele em posição de meditação olhando para o horizonte  – como fazia durante seu crescimento em Tatooine – e ao olhar os dois sois com expressão serena e tranquila dando a entender a sensação de misso cumprida, morreu deixando para trás suas roupas assim como aconteceu com Obi-Wan Kenobi e se une a força.

Esperança renovada na Galaxia! Graças ao sacrifício de Luke Skywalker que finaliza sua jornada e tornando – se então uma lenda. *-*

Cena final do filme

A última cena do filme mostra um garoto recontando a lenda de Luke Skywalker para outras crianças até que ele é chamado para voltar ao trabalho. Ele anda até o lado de fora de sua casa e puxa uma vassoura de longe usando a Força. Está a caminho uma nova geração de Jedi e lutadores da Resistência!

Nunca perca a esperança e que A Força esteja com você!

Foto: Kali Bonato / Modelo: Daniella Bonato

 

 

 

Autor: Kali Bonato

''Casada, mãe, blogueira. Amo o universo feminino e o mundo da maternidade.Criei o blog para compartilhar experiências, dicas, com o objetivo de sempre ajudar.''

Uma consideração sobre “Resenha Star Wars: os últimos jedi |Parte II”

  1. Muito obrigado por sua resenha, amo esta historia por que além das cenas cheias de ação extrema e efeitos especiais realmente teve um roteirodecente elemento que nem todos os filmes deste gênero tem. Também fiquei muito surpresa quando vi Tom Hardy participando neste filme, a verdade é que ele é meu ator favorito. Sou fã de Tom Hardy filmes e programas de tv, na minha opinião têm uma grande oportunidade, porque este ator e diretor tem uma essência muito particular para mostrar sua trabahlo. Admiro sua maneira de agir porque ele sempre me surpreende com a adaptação às suas perosnajes, esta série não é a exceção.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s